WhatsApp Grande

Tentou suicídio na água que fez dele campeão

"Eu tinha que lutar e superar a adversidade"

Por Rosa Ville em 11/11/2018 às 14:50:32

Aos 17 anos, este nadador colombiano quem nasceu no Valle de San José, uma pequena cidade no sudeste do Estado de Santander, teve que enfrentar o momento mais difícil da sua vida, uma situação que mudaria sua maneira de ver o mundo em todos os aspectos. Uma prova que testa até os mais fortes.

Em 13 de outubro de 1992, após várias ameaças de um grupo criminoso e se recusando a pagar o resgate que pediam, a família Fuentes García sofreu um ataque terrorista no qual Moisés recebeu seis tiros. Quando ele acordou num hospital em Santa Marta, soube que seu irmão Rodrigo tinha morrido e que ele havia sofrido uma lesão na medula espinhal, o que deixou a metade inferior do seu corpo paralisada. "Quando acordei, pensei que era um pesadelo. Foi muito difícil aceitar a morte do meu irmão e assumir a minha realidade. Eu pensei que era temporário, que isso aconteceria comigo, mas pouco a pouco percebi que essa era a nova realidade da minha vida e que teria que aprender a conviver com isso", relata Moisés.

Durante os anos seguintes a depressão aumentou, até que um dia ele decidiu que não queria mais viver. Então, pediu a sua família para levá-lo a nadar num lago onde ele se lançou com o propósito de se suicidar, sem imaginar que ele sairia dali cheio de vida: "Eu me joguei na água e afundei. Quando comecei a ver tudo escuro, depois de engolir muita água, comecei a sentir que estava indo, foi quando vi uma luz, um brilho e uma turbulência me fez girar debaixo da água. Perdi a noção e quando acordei estava na beirada do lago. Eu entendi que Deus me enviou uma mensagem clara: eu poderia continuar vivendo e não deveria desistir, eu tinha que lutar e superar a adversidade".

Depois dessa experiência, Moisés viajou para Bucaramanga, a capital do Estado de Santander, determinado a terminar o ensino médio e começar as aulas de basquete em cadeira de rodas. No entanto, alguns meses depois, seu treinador descobriu que ele tinha habilidades de natação e o levou para uma competição onde ele não conhecia nem a técnica e nem o estilo, e, apenas com o que aprendeu durante a sua juventude nadando em rios, ganhou três medalhas em um campeonato nacional.

Essas foram as primeiras medalhas de uma carreira esportiva que por 23 anos foi repleta de sucessos e alegrias, mas também algumas derrotas inesperadas que o tornaram ainda mais forte. Sempre na companhia de William Jiménez, seu treinador, Moisés venceu campeonatos nacionais, sul-americanos, pan-americanos e mundiais, e subiu ao pódio três vezes nos Jogos Paraolímpicos (bronze em Pequim 2008, prata em Londres 2012 e bronze no Rio 2016), para pendurar a medalha que o identifica como um dos melhores do mundo em sua especialidade, os 100 metros peito SB4 (categoria para atletas com lesão medular).

"Para mim, a vitória mais significativa é a dos Jogos Paraolímpicos de Londres, onde ganhei a medalha de prata com uma das minhas melhores marcas pessoais. 

Moisés Fuentes é um vencedor dentro e fora das piscinas, durante os últimos 20 anos, além de viajar pelo mundo inteiro competindo, conheceu sua esposa e construiu uma família com dois filhos, terminou seus estudos em contabilidade, uma licenciatura em educação física, e se tornou um guia para as novas gerações da natação paraolímpica.

Este atleta experiente ainda tem muitos objetivos a cumprir, principalmente competir nos Jogos Parapanamericanos em Lima 2019 e classificar para Tóquio 2020, onde completará seis participações nos Jogos Paraolímpicos (Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2020), ficando atrás apenas da norte-americana Trischa Zorn, que já competiu em sete edições dos Jogos Paraolímpicos de Verão (Arnhem 1980 - Atenas 2004).

"Esporte é vida, te inspira e te motiva a superar todas as adversidades de nossa mente, nossa vida e nosso ambiente. Permite nos posicionar como pessoas de excelência e exemplo para os jovens, e ajuda na construção integral do ser humano para viver em sociedade", declarou Moisés.

Fonte: Yahoo Esportes

Banner 03 anuncie aqui sua empresa