Depois de subir o Morro Chapéu Mangueira, no Leme, para ter uma das vistas mais lindas de Copacabana e da Baía de Guanabara, uma passadinha pela favela para conhecer o cotidiano dos moradores, com direito a almoço e aula de samba. A associação de moradores da comunidade, com apoio de guias turísticos da Zona Sul, oferece uma série de pacotes, principalmente para turistas. A ideia surgiu em 2005 durante uma conversa entre os moradores Vitor, Waguinho, Dinei e o guia de turismo Brice, que é morador do Leme. Mas ganhou força depois da instalação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), quando aumentou a confiança, principalmente dos guias, sobre a tranquilidade na comunidade. E realmente é tudo muito calmo, menos a subida. Até fui convidado, mas quando soube que era uma subida de 40 minutos desisti. Achei melhor voltar outro dia, preparado para a malhação, e acompanhando uma visita de turistas. Dizem que vale o esforço porque a vista é linda.

– As agências ligam, perguntam o valor e agendam para o dia seguinte. Sempre precisamos que seja marcado um dia antes. Depois da chegada da polícia melhorou muito porque o pessoal está confiando mais. Eles sabem que nao correm nenhum risco durante o passeio. Nossa intenção é gerar empregos para a comunidade e fazer com que ela fique conhecida no exterior – explica Vitor Hugo Medina, um dos guias comunitários.

O passeio tem diversas opções

O turista pode escolher apenas a parte ecológica, com a subida e a vista de Copacabana. Se quiser passear dentro da comunidade, existem muitos passeios: almoço no Restaurante Delícias da Zazá, aula de samba e feijoada estão nos pacotes. Segundo os organizadores, mais de mil turistas já passaram pelas vielas do Chapéu Mangueira, sendo muitos franceses (a comunidade tem uma relação especial com a França), alguns americanos, japoneses e até turcos.

O passeio começa na Ladeira do Barroso, onde os acompanhantes da comunidade se juntam aos guias e iniciam a subida. A trilha é considerada moderada e está em ótimo estado de conservação porque é conservada pela CoopBabilônia. Toda sinalizada, ela tem até plaquinhas com os nomes das principais espécies da Mata Atlântica. Quando chegam lá em cima, os turistas têm tempo para descansar, tirar muitas fotos e aproveitar a vista.

Na descida, o guias da comunidade levam os turistas para uma visita na Associação de Moradores, ao Posto Médico, e à Creche.

Quem quiser pode almoçar no Restaurante Delícias da Zazá – irmã do jogador de Beach Soccer Banjamin, que trabalha como cozinheira do Forte do Leme há anos – e depois tomar caipirinha e aprender samba com o mestre Márcio e a parceira Regina.

– Estamos começando a incluir nos passeios alguns jovens que fazem o curso de línguas da Faetec. No futuro eles serão os nossos guias – planeja Vitor Hugo.

Para ajudar na divulgação dos passeios, vou incluir aqui os telefones de contato e todos os pacotes que são oferecidos:

Pacotes

1) Preço: R$ 80 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; caminhada ecológica na APA da Babilônia (nível de dificuldade moderado, grupos de pessoas com idade em torno de 65 anos fazem o percurso sem dificuldade desde que não tenham problemas para caminhar); contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; almoço na casa da Zazá (salada; moqueca ou bobó de camarão ou filé de carne ou    frango; arroz e feijão ou legumes; tortas ou pudim ou sorvete ou salada de frutas);

  • O tour compreende: transporte de ida e volta ao hotel, acompanhante da comunidade, e guia de turismo nos idiomas: inglês, francês, espanhol e alemão (outros idiomas sobre solicitação prévia);
  • Duração: 6 horas, saídas pela manhã.

2) Preço: R$ 60 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; caminhada ecológica na APA da Babilônia (nível de dificuldade moderado, grupos de pessoas com idade em torno de 65 anos fazem o percurso sem dificuldade desde que não tenham problemas para caminhar); contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo;

  • O tour compreende: transporte de ida e volta ao hotel, acompanhante da comunidade, e guia de turismo nos idiomas: inglês, francês, espanhol e alemão (outros idiomas sobre solicitação prévia.
  • Duração: 4 horas, saídas pela manhã e à tarde.

3) Preço: R$ 100 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; almoço na casa da Zazá (salada; moqueca ou bobó de camarão ou filé de carne ou    frango; arroz e feijão ou legumes; tortas ou pudim ou sorvete ou salada de frutas); aula de samba com duração de 1 hora ministrada pelo professor Márcio;

  • O tour compreende: transporte de ida e volta ao hotel, acompanhante da comunidade, e guia de turismo nos idiomas: inglês, francês, espanhol e alemão (outros idiomas sobre solicitação prévia);
  • Duração: 5 horas, saídas à tarde.

4) Preço: R$ 60 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; caminhada ecológica na APA da Babilônia (nível de dificuldade moderado, grupos de pessoas com idade em torno de 65 anos fazem o percurso sem dificuldade desde que não tenham problemas para caminhar); contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; almoço na casa da Zazá (salada; moqueca ou bobó de camarão ou filé de carne ou frango; arroz e feijão ou legumes; tortas ou pudim ou sorvete ou salada de frutas); O tour não compreende transporte de ida e volta ao hotel e guia de turismo;

  • O tour compreende acompanhante e o transporte na subida e descida da Ladeira;
  • Duração: 6 horas, saídas pela manha e à tarde.

5) Preço: R$ 40 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; O tour não compreende transporte de ida e volta ao hotel e guia de turismo;

  • O tour compreende acompanhante e o transporte na subida e descida da Ladeira;
  • Duração: 4 horas, saídas pela manha e à tarde.

6) Preço: R$ 75 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; almoço na casa da Zazá (salada; moqueca ou bobó de camarão ou filé de carne ou    frango; arroz e feijão ou legumes; tortas ou pudim ou sorvete ou salada de frutas); aula de samba com duração de 1 hora ministrada pelo professor Márcio; O tour não compreende transporte de ida e volta ao hotel e guia de turismo;

  • O tour compreende acompanhante e o transporte na subida e descida da Ladeira;
  • Duração: 5 horas, saídas pela manha e à tarde.

7) Preço: R$ 90 – Visita às comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira; contribuição para a Associação de Moradores através da taxa de turismo; almoço na casa da Zazá (salada; moqueca ou bobó de camarão ou filé de carne ou frango; arroz e feijão ou legumes; tortas ou pudim ou sorvete ou salada de frutas); aula de samba com duração de 1 hora ministrada pelo professor Márcio; o tour não compreende transporte de ida e volta ao hotel e guia de turismo;

  • O tour compreende acompanhante e o transporte na subida e descida da Ladeira;
  • Duração: 8 horas, saídas pela manha.

Gostou de conhecer essa história? Deixe um comentário ou envie uma mensagem através do formulário de contato com a sua que a gente conta aqui pra gente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui