Entenda todas as vantagens de utilizar o programa Minha Casa, Minha Vida.

O Minha Casa, Minha Vida é um programa habitacional popular brasileiro. O projeto social realizado pelo Governo Federal tem o propósito de garantir o direito à moradia para as famílias carentes, em todo o território nacional.

O programa consiste em empréstimo financeiro para construção de imóveis próprios para cidadãos de baixa renda em forma de financiamento. Para a aprovação no Minha Casa, Minha Vida, os grupos familiares precisarão estar dentro de algumas condições pré-estipuladas pelo Estado juntamente com os bancos, que serão descritas neste artigo.

Como funciona o Minha Casa Minha Vida?

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida
Como Funciona o Minha Casa Minha Vida

O projeto habitacional social atende as famílias de baixa renda que sonham com a casa própria. Para isso é preciso que o titular da família vá até a Caixa Econômica Federal com os documentos necessários para o processo.

Anteriormente, é possível encenar os valores que serão disponibilizados para cada situação, além do valor das parcelas, os juros e tributos de cada pagamento mensal pelo simulador de financiamento do Minha Casa, Minha Vida (conhecido também como simulador habitacional da Caixa Econômica Federal).

Vale lembrar que as parcelas normalmente vão diminuindo mês a mês, sendo que o valor varia dependendo do caso.

Veja quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida

Entenda em quais circunstâncias as famílias terão direito ao programa social Minha Casa, Minha Vida. Acompanhe abaixo:

  • É necessário que o titular da família tenha trabalhado ou residido pelo menos por um ano na cidade onde o imóvel será adquirido ou construído;
  • O titular precisa ainda, ter 3 anos de carteira de trabalho assinada;
  • Não possuir outro imóvel em seu nome;
  • Caso haja algum terreno em seu nome, não poderá haver nada construído nele;
  • É preciso também ter o nome limpo para financiar o imóvel;
  • O imóvel também precisa ser novo, ainda na planta;
  • A residência precisa ser na localidade onde o titular trabalha;
  • Vale a ressalva de que o beneficiário não poderá participar novamente do programa, e o imóvel só poderá ser vendido por quem se beneficiou nas faixas 2 e 3 do Minha Casa, Minha Vida.

Como realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida, saiba:

Observe a seguir, o passo a passo de como se inscrever no Minha Casa, Minha Vida:

  • Para inscrição será necessário ter em mãos os documentos estipulados pelo programa (RG e CPF; comprovante de renda; declaração de imposto de renda, caso haja; extrato do FGTS do titular da família; cadastro de habitação com os dados preenchidos);
  • É preciso também, que as famílias estejam dentro de algumas condições (renda bruta de no máximo R$7.000,00; não obter outro financiamento em andamento ou algum imóvel próprio; não ter participado de nenhum outro programa de habitação social brasileiro; o titular familiar deve possuir renda comprovada de no máximo 3 salários mínimos);
  • Ir até uma agência da Caixa Econômica Federal e fazer o pedido;
  • Posteriormente, é só esperar a reposta da agência bancária, demonstrando o valor liberado e os detalhes do pagamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui